Lêda Borges

 

A deputada estadual atualmente ocupa o cargo de secretária da Mulher, Desenvolvimento Social, da Igualdade Racial, dos Direitos Humanos e do Trabalho do estado de Goiás.

Foi prefeita em Valparaíso e na sua tentativa de reeleição para o majoritário da cidade em 2012, foi derrotada nas urnas. Em 2016 ajudou Pábio Mossoró a se eleger prefeito da cidade.

 

Hildo do Candango

 

Na Assembleia Legislativa Hildo apresentou vários projetos, propostas e requerimentos beneficiando a cidade de Águas Lindas e todo o Entorno.

Na eleição seguinte, para prefeito, foi convocado pelo povo que se reuniu em frente ao seu supermercado e clamava para que ele se apresentasse como candidato a prefeito para resolver os graves problemas da cidade.

Assim ele o fez, aceitou o desafio e foi eleito prefeito em 2012 com mais de 29 mil votos.

A cidade nunca reelegeu um prefeito, no entanto Hildo conseguiu este feito, assim como o primeiro deputado estadual eleito pela cidade.

 

Winamp, iTunes   Windows Media Player   Real PlayerReal Player    QuickTime

Mídia Social

 

Política : Publicado em 15 de novembro de 2016

Hildo do Candango entra na disputa pela vice-governadoria de Goiás

 

Empresário do ramo de supermercado, Hildo agora quer entrar na disputa pela vice-governadoria de Goiás na chapa tucana de 2018. A região tem quase um milhão de eleitores e a classe política entende que chegou a hora de fazer parte da composição majoritária.

Sabemos que o cinturão que compõe os principais municípios do Entorno fez a maioria esmagadora de prefeitos da base governista. No entanto a disputa será acirrada

Entre os nomes que podem compor essa chapa, pelo menos três são políticos conhecidos da região e todos são do PSDB. Célio Silveira, de Luziânia; Lêda Borges, de Valparaíso e Hildo do Candango, de Águas Lindas.

Célio Silveira

Atualmente é deputado federal. Foi prefeito de Luziânia por dois mandatos. Nas eleições de outubro apoiou Marcelo Melo em Luziânia, porém acabou derrotado por Cristóvão Tormin (PSD) por 718 votos num universo de pouco mais de 118 mil eleitores.

O deputado também é cotado para assumir o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios. Se não assumir, pode trabalhar para indicar um nome entre seus aliados.